sábado, 19 de abril de 2008

As "caneleiras" do meu jardim - definição do seu aroma







Envio-vos fotos das árvores mais aromáticas do meu jardim.
Num dia de sol quente, o seu aroma é capaz de incendiar a virgem mais contida e assumida deste planeta.
Como, por razões óbvias, não posso mandar-vos o aroma, aqui fica a sua definição no feminino e no masculino.



Definição feminina

Imaginem o aroma de um limão meio maduro meio verde, com casca fina e rija. Mistura-se um pouco de aroma de pau de canela trazida do oriente pelas primeiras naus portuguesas. Estando a mistura neste ponto, junta-se um pouco de sal e essência de homem quando a mulher o deseja. Deixa-se ficar tomando o sol de uma tarde de fim de primavera, quando se instala a solidão. E quando você desejar meter o nariz no meio das flores, o perfume acontece.

Definição masculina

Imaginem o aroma de uma laranja verde com casca luzidia, tão fina, como a pele de uma mulher jovem. Misture o aroma de umas quantas bagas de vinha virgem, um pouco de gelo e três gotas de Moscatel do Douro Superior. Quando tiver imaginado este aroma, junta-se um pouco do aroma de mel de urze selvagem. Deixa-se ficar tomando o calor tórrido do primeiro beijo entre um homem e uma mulher apaixonados. Quando você desejar comer essas flores, o perfume está lá.

13 comentários:

Passiflora Maré disse...

Impõe-se, para efeitos de coordenação da tal date, que todos os membros do 11 vão ao meu post "O Círculo Mágico da Amizade" ler os últimos comentários.
E torna-se necessário que a Eva Negra dê o seu contacto ao César e ele o passe a todos nós.
Eu, por mim, só não estarei disponível no fim de semana de 11 Maio, 22 de Maio e de 22 de Junho.

Anónimo disse...

São bonitas, as flores do teu jardim e penso ter sentido a intensidade do perfume...
Bj.
C.(EN)

Anónimo disse...

PS.
Para não misturar perfumes, jardins e intensidades, vou "postar" naquele ele outro post..
Bj.
C.(EN)

Anónimo disse...

Aviso: ainda não estou gaga...
Aquele "ele" do comentário anterior, está, irritantemte, a mais. Só agora vi, ao ler.
C.(EN)

Anabela Magalhães disse...

Passiflora, estas duas definições estão prodigiosas.. Peço-as de empréstimo para o meu blogue. Não se importa?

Passiflora Maré disse...

Esteja á vontade, Anabela.
Se não conhecer as árvores pode vir vê-las nestes três meses em que estão em flor, de preferência ao cair de uma tarde quente.

Anabela Magalhães disse...

Conheço, conheço e já mergulhei inteirinha no seu cheiro!!! Lol
Obrigada pelo convite e pela autorização.
Fico grata.

R. disse...

Passiflora Maré: tenho uma princesa amiga que tem muita pena mas que não consegue comentar o blog...
Vou tentar resolver esse problema... e vou trazer a princesa para se aconchegar alguns momentos aqui connosco. Mas até lá... e porque me pediu... tenho de dizer que a princesa Pat adorou a descrição das caneleiras do jardim da Passiflora Maré!
Um beijinho meu... e outro, sicuramente, da Pat.

Passiflora Maré disse...

r. já quase somos velhas amigas.
Entra tantas vezes no blog que a sua presença, como a de outros comentadores, é já imprescindível.
Aconchegue-se com a sua princesa PAT como puderem. Mas fiquem certas que a minha imaginação não chegou aos calcanhares do aroma das caneleiras.

R. disse...

Venho cá desanuviar do crime... dos artigos... das páginas de uma tese que só faz minguar nas minhas certezas de dar certo um dia! Venho cá respirar...

Princesa Pat disse...

Ufa, estava a ver que não conseguia cá chegar...

César Paulo Salema disse...

A porta e a janela são também suas, princesa Pat.
Foi difícil cá chegar mas assim tem mais (ainda) significado o suor das suas palavras magnólicas.
Fique por cá...

Guilherme Salem disse...

princesa pat....só por ser amiga da "r" está, ´á partida, acolhida neste seio..... bem vinda.