quarta-feira, 30 de abril de 2008

Perto de ti



Se eu para ti sou uma estranha
Que o coração perdeu
É ao ver-te que eu pergunto:
Se já foste como eu?