quarta-feira, 2 de julho de 2008

Touradas






Eu gosto. E ponto final.
Espero não ser processado por ninguém da associação "Animal", principalmente porque me esqueci da bola vermelha tal como determinado por uma decisão numa extraordinária providencia cautelar proferida não há muito.
(agora, além de tolo, vou ser carniceiro).
Só quem não me conhece duvida do quanto gosto de animais (mas não digo quantos nem que tipo deles tenho).
Sim, sempre gostei de touradas e continuarei a gostar, inclusive de morte. As touradas em Espanha só pecam por não terem pegas

8 comentários:

Armando S. Sousa disse...

Eu também gosto muito de animais, acho-os deliciosos.
Agora a sério: eu não gosto muito de touradas, mas elas são parte do nosso património cultural, por isso, penso que é um pouco fundamentalista, a luta anti-touradas.

Anónimo disse...

Pois eu não gosto.Não gosto e...pronto.
Acho que é aquela coisa da infância com ANITAS...e os animaizinhos, coitadinhos, seres frágeis e indefesos...ficou-me nas vísceras, nas entranhas, na pele e não consigo ver, sequer pressentir a dor num qualquer animal ...
e eu sei que apesar disso criaram-me e educaram-me com almoços e jantares com menus de carne...mas olha é a vida!

Anónimo disse...

Assino o comment anterior.

Bj.
C ( EN)

Guilherme Salem disse...

Tá bem....
Comam ervas e pensem no possível sofrimento das pobres quando são arrancadas à terra (também são seres vivos)...brinco um pouco, pois não há comparação nas situações. Mas poupem-me o discurso da carne e do sangue, está bem ? Vejam os jornais nas tv´s.

Anónimo disse...

ODEIO TOURADAS E QUEM AS VENERE.
OK.

Armando S. Sousa disse...

UMA FRASE BONITA, ANÓNIMO DAS 10:28.
ESPERO QUE NÃO TENHAS PENSADO MUITO, PARA A ESCREVERES, PORQUE SENÃO, PODERIA SER UM CASO SÉRIO.

OUTRA FRASE BONITA, NA MESMA VERTENTE, É:

EU ADORO COZIDO À PORTUGUESA.

A BELEZA ESTÁ NO AMOR E NO ÓDIO, UTILIZADO SEM TER A VER NADA COM O ASSUNTO E TAMBÉM, PORQUE NÃO, UTILIZAR LETRAS MAISÚCULAS, PARA ESCREVER, UM COMENTÁRIO(?).

COMPREENDES, A COISA?

Guilherme Salem disse...

Armando...assino este último comentário. Obrigado. E VIVA O COZIDO Á PORTUGUESA, AS COSTELETAS DE NOVILHO E A CABIDELA DE GALINHA (EM MAISCÚLAS, POIS...)

Anónimo disse...

Olha e eu se calhar gosto de matar pessoas e pronto. Tão simples não é? "cultura" ou práticas retrogadas como as do coliseu de roma? eu nao sou fundamentalista anti touradas um argumento estupido de quem nao pensa na sorte em que teve de evoluir a partir do macaco (já o touro...). eu tb gosto MT DE CARNE e mataria qq animal se assim fosse preciso para me alimentar pois o ser humano tb tem instintos mas matar por cultura...? Tenho familiares toureiros e acreditem qq pessoa treinada em poucas semanas toureia a pé ou cavalo, pode fazer ma figura mas ter a coragem pra la ir é com mt pouco treino o touro nao é meigo mas nao é dificil enfrenta-lo acreditem. Por isso, covardia é o termo, de enfrentar um animal com uma arma ou um cavalo nunca o fariam com um animal que fosse realmente perigoso. Nao vou discutir com o armando e o guilhermo que nem usam os melhores argumentos a seu favor eu diria mm argumentos mt pouco intiligentes apenas tenho a esperança que alguem veja isto e acredite naquilo que digo

P.S - Fundamentalismo?! tenho o direito à opiniao mm que nao a queiras ou nao gostes de ouvir!!!!!