quarta-feira, 15 de outubro de 2008

O Horror





O Horror tem tantas formas humanas...
Não falo de filmes...
Falo de formas humanas que nos deixam estupefactos com o grau de imbecilidade e de ignorância, e de estupidificação global, a que chegamos.
Estes são apenas um, dos imensos, exemplos de inutilidade e "estupidez imediata" possiveis de apontar.
Mas, aqui, há lugar para tudo...e todos.
Mais que não seja para falar mal.
Sempre diverte.

5 comentários:

César Paulo Salema disse...

O horror às vezes tem forma mais humana do que devia.
E venham agora os Álvaros dizer que estamos errados...

Guilherme Salem disse...

Pois...
E nem coloquei aqui nada sobre o "puto maravilha" (que pelos vistos não adiantou nada nos jogos com a Suécia e a Albânia...embora o "puto" não jogue sózinho...mas parece)nem sobre a "Geração Rebelde" que tanto educa os nossos infantes ( a serem tontos e deploravelmente manipuláveis) e as infantas ( a serem tontas, dissimuladas, calculistas e gerentes dos manipuláveis). Esperemos pela porrada. Eu...nem quero saber. Digam o que lhes apetecer e aprouver. Estou em paz, e de bem com a vida, e não "desesperado" como fui acusado anteriormente. Enfim...o espaço é livre. Isso é o fundamental. Assim permaneça.

Maria Eduarda disse...

O horror está neste caso associado ao excesso de dinheiro + futilidade.
Desorienta-me profundamente ouvir e ver pessoas fúteis, completamente preocupadas com o exterior. E o interior, o que determina o ser humano?
Inculquei nos meus filhoa essa aversão pelo dito exterior e estou convencida que criei dois seres dignos e humildes.

Anabela Magalhães disse...

E eu fiz o mesmo à minha filha, M. E. Faz vinte e cinco anos no próximo dia vinte e cinco e o resultado foi uma pessoa decente.
O Ser é sempre mais importante que o Ter.

Guilherme Salem disse...

m.e. e a.m. concordo e folgo em ler as vossas palavras e linhas de vida,para Vós e para aqueles cuja educação e formação de Vós depende.
Bem Hajam.