quinta-feira, 23 de julho de 2009

bABY bOOM



Na minha despedida do TFM...

10 comentários:

Anónimo disse...

uma despedida em grande...do mundo dos pequenos! Felicidades!

jose eusebio disse...

Cada amanhã será melhor.
É o que desejo.

R. disse...

Vais ser sempre personagem mágica na vida dos babys... mesmo noutras paragens!
Beijinhos e boas férias :)

Amélia disse...

Se é bom para ti,«Harry Poter», fico contente. Boas férias!

Anónimo disse...

Despedida do Peter Pan e Sininho? Vão Relacionar-se noutras instâncias, deve ser...méritos muitos. Muito boa fortuna e não há despedidas do mundo dos pequenos sim? Os pequenos não precisam que se faça notar...apenas que fique. E bem haja. Um abraço.A

César Paulo Salema disse...

Continuo sempre com eles no recanto mais secreto de mim mesmo. Dos filhos que não gerei, mas das crianças que levo no regaço. Como o Patrick e o Afonso de hoje e a Soraia de ontem. E A Joana dos olhos tristes, criada lá de casa...
Desembargarei mas não os esquecerei...

Anónimo disse...

Quem leccionou…quem deixou obra feita … acabou por plantar a semente da continuidade…
Porque a mudança é inevitável, há que acreditar que existem neste mundo outros corações igualmente bons e fortes para dar seguimento a uma luta que afinal deveria ser de todos nós.
Votos de muitas felicidades.

Guilherme Salem disse...

A evian lá sabe....
Eu, que tenho que andar pelo TFM duas vezes por ano em turno de férias, fico absolutamente incrédulo com a anormalidade humana que por ali passa. E venero quem lida com aquilo todos os dias.
Porque se há dramas, e muitos, a acudir, também existe muita javardice, amoralidade e oportunismo que há que saber distinguir. Os que lá estão sabem-no, melhor que, graças a Deus. Eu, em quatro anos de turnos naquela realidade, dou Graças a Deus por estar longe, longe, longe daqueles anormais todos. Não me batam. Sei que é politicamente incorrecto, mas quem sabe e vive aquilo compreende o que digo e sabe que não há nenhum desdém humano nem menorização dos problemas reais, e agudos, que ali se acolhem e resolvem. Vai César...vai ditar para outro lado melhor, mais á tua medida. Do teu irmão/alma gémea que te conhece como ninguém...Gui.

map disse...

Só agora vi que saíste de um local onde "fizeste" muitos filhos felizes, outros talvez não. Acontece em todas as famílias. Mudaste de categoria, de serviço, seja do que for, mas não mudas a tua cabeça nem o teu coração, o que garante a qualidade do que vieres a fazer. Muitas felicidades no novo "posto".

Eu disse...

Serás PARA SEMPRE o nosso (o meu) Harry Poter.
E, quanto às sementes, é verdade muitas ficaram connosco, às vezes, quando penso que nada mais há fazer, lá me reocrdo dos sábios ensinamentos de outrora que aompanhei, na margem, porque o meu barco era outro, mas que estão lá!!!
Muitos beijinhos,

Eu