terça-feira, 5 de abril de 2011

O cão da tristeza


O cão da tristeza está aqui.
Aqui, sem alma, ferrado no meu espanto.
Puxando as verdes charruas do meu pranto
lavrando a dor cinzenta do meu povo.


O cão da tristeza está aqui.
No giz do meu lume, na fogueira acesa
que queima a minha casa, destrói a minha mesa
e magoa o meu sangue e a minha voz.

O cão da tristeza está aqui.
No açaime do medo que nos cala
na sombra do punhal, no frio da bala
apontada ao coração da nossa esperança.
JOAQUIM PESSOA 



PS - à flor, porque...

7 comentários:

Anónimo disse...

Boa tarde,
Chamo-me Catarina Nunes e sou jornalista do diário i. Neste momento estou a preparar um trabalho sobre pessoas que ainda não receberam o Censos2011. Reparei que questionou exactamente sobre isso no blogue da "Sociedade Civil". Nesse sentido, gostaria de lhe colocar duas ou três perguntas para elaboração do artigo. Está interessada? Obrigada.
Cumprimentos,
Catarina Nunes (catarina.nunes@ionline.pt)

Anónimo disse...

à Flor, porque:

Não tem vindo à Magnólia;
Não a vi esta semana;
Não lhe ouvi as gargalhadas que escondem lágrimas;
Não encenámos a peça de teatro conjunto;

à Flor, porque gosto muito dela;
à Flor,porque é amiga dos meus dias;
à Flor, que alegra qualquer sala, tem muita cor, fé e luz;
à Flor, porque l tem um lugar sereno e seguro no meu coração;
à Flor, porque a conheço bem , e, sei que vai gostar do que aqui coloquei pois gosta de ser mimada,

( P. era tudo isto que me queria dizer? )
Tem direito ao contraditório)

( Não percebi o que tem a Flor a ver com o Censos)

:)

Tenho nome de Flor e gosto muito de si !

Eu disse...

A flor do meu (nosso) jardim?!
... a magnólia linda, mas frágil, que o vento levou...
De regresso,

Eu

César Paulo Salema disse...

Cara catarina

Não sei do que fala.
Como administrador deste blogue nunca nada comentei no blogue da SC. Quer esclarecer?

César Paulo Salema disse...

Um bj ao Eu. Tinha muitas saudades dele...
Á flor, porque tudo está em paz...

Carmo disse...

À Flor e a todos os que me têm acompanhado mesmo qundo me mantenho em silêncio, mas vos visito...
ou quando me partilho convosco no meu sentir e a vossa presença se torna inequívoca...

http://www.youtube.com/watch?v=20pP3QlAkIk&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=ob44pwSjSvY&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=JFxavNblTiY&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=sGOMwyIg3xk&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=xk6xMrjGnAI&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=0PuAM1W0iVw&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=bwCjwd3yvVQ&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=Z7CFjRSxgfE&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=cUNBSzT7BDE&feature=related

Anónimo disse...

Obrigada, meu ( nosso) Eu.
Mesmo sem saber quem é... vejo que me conhece das palavras, dos sentidos , das lágrimas, dos sorrisos , das fragilidades e dos mimos. Beijinhos Para si!

Carmo: também neste nosso silêncio penso em si!
beijinhos cheios de cor, de luz, de cumplicidades, de medos, de fragilidades.
Escreva sempre , lava a alma , limpa as lágrimas e esvazia os temores.

Tenho nome de Flor