terça-feira, 18 de março de 2008

É sempre bom saber....

...que há sempre alguém a sofrer muito mais que nós.
Que há sempre um problema maior que o nosso, uma dor mais inefável, um tormento mais indescritivel...
video

14 comentários:

Anónimo disse...

Bem, discordo.Sei que o que quiseste dizer não foi o que disseste. Pretendeste minorizar as tuas dores angústias e sofrimentos.Em vez disso só conseguiste legitimar o sofrimento dos outros.A nossa felicidade nunca pode incluir a dor de alguém.

Passiflora Maré

Anónimo disse...

concordo com a maré.
mas acho que o salem não quiz dizer isto.
mas é equívoco...

César Paulo Salema disse...

Caríssiomos:
Já falei com o Gui que se virá defender em breve neste espaço. Contudo, é óbvio que a qualquer destinatário bem intencionado não escapou o verdadeiro sentido daquilo que ele quis dizer - e tu, minha maré, também o percebeste e fizeste questão de o expressar no início da tua mensagem.
O Gui quis dizer que os nossos problemas ficam bem menores quando comparados com outros mais supremos.
Daquilo que eu conheço o Gui, seria incapaz de se vangloriar com o sofrimento dos outros...
Mas deixemo-nos de polémicas e vejamos com atenção este magnífico vídeo que já a magnólia tinha publicado quando ela navegava sozinha em minhas mãos e que agora ganha redobrada força com um post autónomo...
Paz!

Anónimo disse...

Boa, César Salema.
ZM

Guilherme Salem disse...

Realmente...vivemos tempos em que falar, ou escrever, sobre seja o que for, ganha foros de polémica e de despudor.
Querida Máré: agradeço o beneficio da dúvida que me deste. Mas tenho que dizer-te o seguinte: Se alguém discorda sou eu.
O texto e, sobretudo, o título foram consciente e intencionalmente escolhidos. Voltaria a fazer o mesmo (sim não mereço, nem quero, o estatuto de "arrependido") pois o que é bom saber não significa que se saiba com prazer, alegria ou contentamento. EU gosto de saber que alguém está pior que eu, pelo simples facto de menorizar e relativizar a minha dor e sofrimento perante alguém que passa por algo muito pior. É Bom Saber que existem lições de vida maiores que a nossa. E eu conheço várias...e algumas ainda bem presentes e a serem vividas. Não vivo tão centrado nos meus problemas que não queira saber dos problemas dos outros ou não ache bom saber deles.Tipo "ai que desgraçado que sou, ninguém sofre como eu". Admito, apesar de tudo, que o título e texto da minha mensagem possa comportar interpretações alheias à minha vontade e espírito. Mas admitir, não significa aceitar e, muito menos, compreender.
O meu sofrimento e o sofrimento alheio sempre foram para mim uma fonte de vida...no sentido em que aprendemos a lidar com a dor, a adversidade, a privação e com a angústia. Por isso continuo, e continuarei, a dizer: È sempre bom saber que alguém sofre mais que nós (que eu, já agora, e se preferirem). Como diz o César, e bem como sempre, Paz...que é o que eu quero e penso que nem será preciso pedir...se somos quem somos não foi por calarmos o que sentimos nem deixar de dizer o que queremos. Isso fez de nós o que somos. Um abraço a todos.

Anónimo disse...

tanto por tão pouco...

Guilherme Salem disse...

Caro anónimo...disse tudo. Obrigado. Volte sempre

Anónimo disse...

voltarei

Anónimo disse...

"Eu sou tu
Tu és eu.."
A nossa singularidade depende sempre de alguém, não é,Gui?
BJ.
C.

Guilherme Salem disse...

É C. Obrigado. BJ. Gui

Passiflora Maré disse...

Por mea culpa foi semada a discórdia, deixo aqui uma oração para me redimir.

Nossa Senhora da Esperança.
Peço-vos perdão pela paz perturbada.
Peço-vos perdão pelo comentário intrépido e com falta de tacto.
Peço-vos que nos ajudeis a varrer a inquietação.
Peço-vos CORAGEM PARA OS QUE SOFREM "DENTRO DE UM CORPO QUE SE TRANSFORMOU NUMA ATERRADORA CERCA À PROVA DE FUGA".**
Peço-vos amor para os que semeiam a discórdia.
Peço-vos companhia para os que estão sós.
Peço-vos solidariedade para com os inocentes, os oprimidos e os injustiçados.
Peço-vos Senhora ajudai-nos na espera.E tende Piedade de Nós.

**O Património de Philip Roth, por demais citado neste Blogue.

Guilherme Salem disse...

Abraços e Beijos a todos.
Não quero mais pensar nisto.
Nós somos uma galáxia que não se perde num sistema solar.
PS: ainda vão gastar, de tanto uso, o pobre do Philip Roth (embora sempre bem, e oportunamente,citado)

Passiflora Maré disse...

Obrigado Gui, pela absolvição.

Guilherme Salem disse...

Ora essa Maré...não será absolvição mas apenas a certeza da amizade. Um beijo.