terça-feira, 22 de abril de 2008

Bela, Frágil e Perigosa.



O planeta azul.
Um ponto azul no Espaço.
(lembrando Carl Sagan).

"Por um instante, a terra dá a noção de como somos insignificantes, frágeis e felizes por termos um lugar que nos permite aproveitar o céu, as árvores e a água".
Jim Lovell, tripulante da Apolo, 8, em 1968.



Na borda da caldeira, no parque natural de Yellowstone.
Yellowstone é o maior vulcão activo do mundo.
Este super vulcão com uma caldeira constituída por quase todo o parque (9000 quilómetros quadrados) tem uma erupçãp gigantesca em cada 600 mil anos, a última foi há 630 mil anos...




Nós não herdamos a terra dos nossos antepassados, pedimos emprestada aos nossos filhos.
Provérbio Índio.

Celebremos hoje a terra.
Hoje é o dia da sua celebração mundial.

3 comentários:

Armando S. Sousa disse...

Penso que se passares pelo meu blog, tens a fotografia que pediste, do Pálido Ponto Azul.

Como disseste, temos as mesmas ideias sobre este assunto.

Uma beijola.

Passiflora Maré disse...

Vão ao Blogue constante das afinidades selectivas grandefábrica ver o post. O Pálido Ponto Azul, que nos foi oferecido pelo esforço e persistência, junto da Nasa, de um grande astrofísico já falecido Carl Sagan.

Guilherme Salem disse...

Carl Sagan... com todo o respeitoe admiração... Deus o tenho muito tempo sem nós