sábado, 19 de março de 2011

Pai


A ele...

Porque me beijou sempre que eu mais precisava, me deu a mão quando deixei de ter chão...
E agora dava o meu mundo e as minhas palavras sobrantes para lhe conseguir dar um ramo de sons para que ele ainda se fizesse perceber, de viva voz...

3 comentários:

Anónimo disse...

Porque te amarei sempre!
Porque estás sempre nos meus dias!
Porque foste o melhor Pai!
Porque sinto muito a tua falta!
Porque me lembro do teu cheiro, das tuas mãos e dos teus gestos.

Tenho nome de Flor

Carmo disse...

P.
Mesmo que não lhe possa dar os sons para ele os usar (como o compreendo!)use e abuse deles e dos gestos para lhe mostrar o que sente por ele...
Tenho a certeza que é algo que ele sabe, mas nunca é demais mostrarmos... nunca. Acredite que ele sabe da sua generosidade e tenura por ele. Desejo-lhe muita força e se fosse capaz também rezava, mas os dois estão no meu pensamento.
Aquele abraço
Carmo

César Paulo Salema disse...

OBG Carmo... veja o post anterior pf