sexta-feira, 25 de julho de 2008

16 anos




Quando ganhei coragem liguei
Quando chegou carta abri
Quando criei asas voei
Quando te vi... me apaixonei!

Parabéns C. (e a mim) pelos nossos 16 anos solidários...
Fazia calor.
Muito.
E aqueci-me na tua lareira...

15 comentários:

R. disse...

O AMOR é lindo!
E vocês, então...
Beijinhos e parabéns*

Anabela Magalhães disse...

Lindo.
Agora apanhem-me.
6 + 25
Estão desafiados.

Muitos parabéns
Beijinhos

margens do douro disse...

Simultâneamente enternecedor e ousado:exibir o amor.
Parabéns aos 2. Continuem robustos na vossa paixão, nas V. margens do Mondego, em quaisquer margens...

Anabela Magalhães disse...

E já lá está, César, o que te pedi de empréstimo. Ficou igualmente belo no meu blogue.
Muito obrigada.

Anónimo disse...

Estão lindíssimos, os dois ( a C., então, está belíssima).
Muitos PARABÉNS e que continuem assim, solidários e com esse brilho por muitos e longos anos.


Um grande beijo e um abraço.

C(EN)

Armando S. Sousa disse...

Muitos parabéns e continuação de uma vida feliz, por muitos e muitos anos.
Um abraço.

Maria do Carmo Cruz disse...

O Amor é lindo e vocês, que eu mal conheço, parecem saber cuitivá-lo. Lindo, sensível, sensato, necessário, estar-se sempre pronto a alimentar a Alma do Amor com flores do dia a dia. Acreditem. Vale a pena. Vale tanto a pena que um dia, quando o meu Outro eu partiu sem me avisar sequer, sem me preparar, eu não me sentia viver. Dezassete dias depois da sua morte fui fazer uma palestra que estava marcada há meses e que eu não via razão para adiar. Correu muito bem. Vim de táxi para casa e subi as escadas a correr. Para lhe contar. Porque não ficava completo o meu sucesso sem lhe contar. E só nesse dia, olhando o seu sofá vazio mas ouvindo-o claramente no meu interior é que me capacitei de que só tínhamos tido direito a 40 anos juntos aqui.
Não fiquem tristes ao ler isto.Não quero que pensem que vos invejo. Pelo contrário. Não, o que quero é que sintam que o Amor vale a pena. Que fazer renascer o Amor em cada dia e com a mesma Pessoa é possível. Façam-me o favor de serem felizes! Avó Pirueta

Anabela Magalhães disse...

Que gosto ler-te aqui, Carmo, neste texto carregado de emoção.
Beijinhos grandes.
Estás connosco nesta bolha blogosférica!

CLAP!CLAP!CLAP! disse...

e o BOLO???? hein?? o boloooo???

AugustoMaio disse...

Sentidos parabéns e desejos de infinito.

César Paulo Salema disse...

Obrigado a todos.
A ti, Conselheiro Maio, uma abraço especial e um pedaço desse infinito que me entregaste.
O bolo... comemo-lo nós!
CPS

Anónimo disse...

Atenção-nessa fotografia eles tinham mais de seis anos de casados, agora imaginem como ela era qdo gostei dela-em segredo e há séculos. sempre teu admirador oculto

Anónimo disse...

Muitos, muitos parabéns!
Continuem assim... por muitos mais anos.
Eu e o meu Eu2 ainda só vamos fazer 6 anos.
Aos 16 quero continuar assim... as amá-lo como no primeiro dia.

«Avó Pirueta» gosto muito de ler tudo que escreve. Transmite-te serenedidade e sabedoria.

Eu

Passiflora Maré disse...

C.e P. só agora cheguei ao Blogue e não posso deixar de me congratular com todos os votos de Parabéns e felicidades por muitos anos.
BJS.

Anónimo disse...

Muitos, muitos parabéns!

Estão, são, lindos!

Teresa Candeias