domingo, 24 de agosto de 2008

Regresso a Howards End




De volta ao começo,
perto das fitas que me preenchem os vazios e os espaços em branco,
regresso intacto, incólume,
ao recanto do meu canto nono,
à paz dos marinheiros de água-doce,
esperando mais escolhos, mais sinais, mais cinzentos, mais magnólias no meu regaço...

2 comentários:

Passiflora Maré disse...

Bem-vindo Mestre Jardineiro, é muito árduo manter sozinha um Jardim tratado por três jardineiros.
Até os visitantes do jardim reclamam, por nem sempre encontrarem aquele dos jardineiros que lhes enche mais a alma!

C (EN) disse...

Bem, saiu-me bem a identidade e muito mal o lugar do "comment".
O "Bem Vindo",é óbvio, deveria ter sido aqui colocado...mas também lá tem o mesmo propósito.